Top 3 técnicas mais estranhas de violão.

Olá você que é iniciante no violão e quer incrementar suas músicas tirando um som muito mais legal!, hoje vamos te mostrar as 3 técnicas de violão estranhas mais conhecidas.

Mas Calma, pois você não terá que fazer coisas estranhas como tocar com uma furadeira! Serão técnicas que podem fazer você se destacar no meio da galera. Por isso leia atentamente as técnicas abaixo e para concluir seu aprendizado veja o vídeo abaixo:

1º técnica estranha!

Vamos começar com o trêmulo que parece com o dedilhado, que é quando tocamos as pontas do dedo nas cordas de cima com o polegar e as cordas debaixo com o indicador médio e o anelar. O trêmulo é quando tocamos o anelar, o médio e indicador nas 3 cordas de baixo no sentido de baixo para cima e o polegar vai tocando os bordões ex: o polegar na corda LA com a mão esquerda e o dedilhado com a direita, o legal desta técnica  é que você pode ir treinando e avançando em velocidade, ela  é muito utilizada em violão erudito em peças clássicas. Muitos músicos utilizam as unhas grandes para ter um som mais nítido, mas não é obrigatório.

2º técnica estranha!

Agora vamos falar do harmônico, mas, Esse harmônico nao é aquele comum, onde encostamos o dedo de leve nas cordas e temos aquele som suave, este é quando tocamos com o dedo mínimo e o dedo indicador encostando no local do harmônico, desta forma fica mais elegante ideal para música ao vivo.

3º Técnica estranha!

Este é outro harmônico, porem com um tapa, chamado harmônico com tapping ao invés de tocar com o dedo invertido, você da um tapinha e solta para ter esse som, o legal é poder fazer isso enquanto faz os acordes. E interessante usar essa técnica em um instrumento mais simples.

Gostou?! Quer saber muito mais dica? Acompanhe sempre o nosso blog e redes sociais e fique por dentro de tudo,

Conheça também o nosso curso completo e aprenda violão do zero 5x mais rápido clicando em Quero Progredir no Violão

Top 3 técnicas mais estranhas de violão.
Média 4.8 - 93 votos

Recomendados Para Você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *